Prova de reciclagem: veja como estudar

Prova de reciclagem: veja como estudar! O condutor que tem o direito de dirigir suspenso, seja por exceder o limite de pontos na CNH.

Prova de reciclagem: veja como estudar. O condutor que tem o direito de dirigir suspenso, seja por exceder o limite de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou por cometer infração que tem a suspensão como penalidade, precisa passar pelo curso de reciclagem. A princípio, conseguir a aprovação na prova do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para recuperar o documento de habilitação.

De acordo com a normativa em vigor, o curso de reciclagem deve levar os participantes à reflexão sobre a responsabilidade de cada um: seus comportamentos e atitudes no trânsito, além do desenvolvimento de valores de respeito ao outro, ao ambiente e à vida, de solidariedade e de controle das emoções. Do mesmo modo, o objetivo é que o condutor saia do curso consciente da sua contribuição para um trânsito mais seguro.

Quando finaliza o curso, o condutor infrator realiza uma prova composta por pelo menos 30 questões sobre os conteúdos ministrados durante as aulas. Se acertar pelo menos 70% das questões, ele é aprovado.

Dicas de estudo

Conforme, Celso Mariano, especialista em trânsito e diretor da Tecnodata Educacional, estudar o tema enquanto cumpre a suspensão não é oportunidade, é necessidade. Ou seja, “Um estudante bem preparado será capaz de dar conta de boas e más perguntas. E ainda sair deste processo com baixa probabilidade de cair novamente em suspensão da sua CNH”, argumenta.

Segundo o especialistas, para que o curso de reciclagem seja eficaz é fundamental utilizar metodologia e didáticas adequadas. Além disso, levar em conta o perfil e o momento deste “estudante compulsório”. 

“Um bom curso de reciclagem de condutores infratores tem a abordagem correta para aproveitar ao máximo este momento em que esse condutor, por força das circunstâncias, vai dar atenção aos assuntos que o levaram a estar ali, cumprindo uma penalidade por conheceram pouco ou por não compreendem os riscos do trânsito e as responsabilidades de um condutor”, explica.

O especialista dá cinco dicas para estudo:

1) Aproveite para estudar: conhecimento não ocupa espaço e é uma riqueza que nunca se perde.

2) Não cultive revolta pelo castigo de estar sem dirigir: viver em sociedade tem alguns custos. Guarde sua energia para estudar.

3) Cultive o interesse pelo assunto: os assuntos de trânsito podem não lhe chamar muito a atenção, mas, pense: não há vida social sem trânsito. É um tema de grande urgência e relevância social. Faça uma análise séria do que você realmente sabe sobre trânsito.

4) Dedique tempo aos assuntos de trânsito e mobilidade, além do curso. Leia alguns artigos do Portal do Trânsito. Provavelmente você vai encontrar diversos aspectos do trânsito que desconhece ou de cujos detalhes não lembra mais.

5) Faça simulados. Estudar por questões tem o triplo benefício de te colocar em contato com os temas, te fazer pensar sobre eles e de criar uma rotina para acostumar o cérebro a responder questões de múltipla escolha. Todavia, esse treinamento vai ajudar muito na hora da prova.

Confira mais informações acessando o nosso blog da reciclagem.